Cotidiano

Duda Reis denúncia Nego do Borel por estupro, violência, ameaça e transmissão de HPV

O cantor Nego do Borel foi denunciado na 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) por estupro de vulnerável, ameaça, injúria, lesão corporal, violência doméstica e transmissão de HPV, uma doença sexualmente transmissível. O boletim de ocorrência foi registrado na manhã desta quinta-feira (14) pela ex-noiva do funkeiro, a atriz Duda Reis.

Segundo o Splash, do UOL, a primeira agressão teria ocorrido no Carnaval de 2018, quando Nego teria apertado os braços de Duda, causando lesões. Na denúncia, a atriz contou que no mesmo ano ela ainda foi empurrada e humilhada em um evento.

Conforme Duda, em agosto de 2018, ela teria ingerido medicamentos contra ansiedade por pressões do cantor durante uma viagem a Portugal. Na época, ela revelou que ele abusava sexualmente dela, enquanto estava dopada por causa dos remédios. Ela afirmou que pedia para que ele parasse, mas a situação continuava.

No ano seguinte, ela contou que teria sido ameaçada pelo cantor, em uma das ocasiões com uma faca. De acordo com ela, Borel teria repetido a ameaça por causa de ciúmes.

“Em uma crise de ciúme, o autor a agrediu com pontapés na perna e arrebentou a ‘cabeçadas’ a porta do local. Eram corriqueiros os danos a objetos da residência durante as crises de ciúme, e o mesmo dizia que quebraria os objetos para não ter que ‘quebrar a vítima’ [sic]. Eram comuns ameaças de morte à vítima e que o mesmo dizia que bateria o veículo e se mataria. Que acelerava o veículo em direção a postes e desviava, deixando a vítima em pânico”, relatou.

Ainda na denúncia, a atriz ainda revelou que teria contraído uma doença sexualmente transmissível enquanto eles mantinham um relacionamento fechado.

“Vítima foi traída diversas vezes pelo autor sem que soubesse, e que contraiu HPV do autor. Duda só teve um parceiro sexual antes do agressor. Ele manteve relação sexual com outras mulheres”, continuou.

Ela ainda relatou ter descoberto na casa de Borel um fuzil e um cofre com R$ 2 milhões em espécie.

Na denúncia, ela solicitou medida protetiva com base na Lei Maria da Penha. A publicação tentou contato com o funkeiro, mas ele não se pronunciou.

Na quarta (13), Borel registrou um boletim de ocorrência contra a ex-noiva por injúria, calúnia e difamação. De acordo com ele, ela estaria fazendo as denúncias por estar abalada com o fim do relacionamento. Em entrevista ao jornal Extra, ele afirmou que ela “está criando toda a movimentação social como forma de vingança”.

bahia.ba

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo