Cotidiano

Confira o calendário do auxílio emergencial para quem contestou

O Ministério da Cidadania publicou o calendário de pagamento do auxílio emergencial para cerca de 196 mil benefícios, o que totaliza R$248,6 milhões em recursos. O calendário foi dividido em dois grupos, entre eles dos benefícios que receberam contestação.

Quem vai receber nova rodada do auxílio emergencial

  • Beneficiários que fizeram a contestação no período de 7 a 16 de novembro e de 13 a 31 de dezembro de 2020 – 191 mil pessoas;
  • Beneficiários que tiveram o pagamento reavaliado em janeiro de 2021, decorrente de atualizações de dados governamentais – 5 mil pessoas.

O pagamento das parcelas será realizado de uma única vez para os beneficiários. O dinheiro vai ficar disponível na quinta-feira (28), para saques, transferências e pagamentos.

Como o grupo foi dividido?

  • 8,3 mil receberão a segunda, a terceira, a quarta e a quinta parcelas do Auxílio Emergencial
  • 40,9 mil pessoas receberão as três últimas parcelas.
  • 68,1 mil terão direito à quarta e à quinta parcelas.
  • 78,3 mil vão receber somente a quinta parcela.

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial, ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Outros pagamentos

Os pagamentos são realizados por ciclos, em que neles, todos os beneficiários recebem uma parcela. O cronograma é definido de acordo com o mês de nascimento dos beneficiários.

Amanhã (27), o governo vai liberar os recursos para os beneficiários nascidos em dezembro para a retirada do dinheiro.

Esse é a última retirada dos beneficiários que foram inclusos no ano passado, com isso, será finalizado o pagamento da última parcela do auxílio emergencial.

Número de parcelas do auxílio emergencial

O número de parcelas recebidas varia de acordo com o mês em que o beneficiário começou a receber o auxílio. O máximo são 9 parcelas, as cinco primeiras foram no valor de R$600 e as quatro últimas de R$300.

  • Quem recebeu a 1ª em abril: 9 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª em maio: 8 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª em junho: 7 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª em julho: 6 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª a partir de agosto: 5 parcelas

As mulheres chefes de família tiveram direito a duas cotas. Portanto, as cinco primeiras parcelas foram de R$ 1.200, e as quatro últimas foram de R$ 600.

FDR

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo