Cotidiano

Terreiro de Lumena se pronuncia após cenas ‘zombando’ Xangô: ‘Não é autoridade religiosa’

Após a sequência em que Lumena aparece ao lado de Nego Di, Karol Conká e Projota fazendo trocadilhos com o orixá Xangô (veja aqui), o terreiro Terreiro Roça do Ventura, do qual a baiana é filha, se manifestou nas redes sociais. “Lumena é neta da Roça do Ventura, vodunci de apenas um ano de jornada. Como todos aqui sabem, o vodunci comete muitos erros até chegar a sua maior idade, erros esse que dofona (Lumena) cometeu nessa infeliz conversa com outros participantes”, iniciou Etemy Ogorensi Aline, filha da Roça Ventura.

 

A representante do espaço religioso, que fica localizado em Cachoeira, Recôncavo Baiano, seguiu pedindo compreensão. “Como mãe de santo tenho que ter paciência, assim como todos aqui tem com vodunci na idade em que ela se encontra, ainda tem muito que aprender, Lumena não é apenas de candomblé,  ela já passou por muitos lugares, onde contribuíram com processo de maturidade,  como também contribuiu para que ela tenha pensamentos que aqui em minha casa estão sendo cuidados com muita cautela e urgência. Ela não é apenas de candomblé, ela DJ, psicóloga… enfim já venho para casa com uma bagagem muito complicada. Quando chegou em nossa casa, já sofria ataques racistas, logo já veio com muitas marcas, marcas essa que após sua feitura estamos desconstruindo”, explicou.

 

“Eu entendo o repúdio,  entendo a complexidade, e entendo também que a proporção está maior por ela estar em um reality, onde posso dizer a vocês que estou de perto que tem muita coisa a ser explicada. Eu não concordo com que ela falou ontem, eu assiti, mas por uma questão de ética como mãe de Santo eu não posso virar as costas para um filho, eu só posso torcer para que ela saia, e que eu possa mostrar a ela tudo que ela cometeu de erro. Passei 6 meses orientando ela, toda minha família aqui abordando assuntos, pedindo para que ela tome cuidado com que fala, para que ela não entre na pressão,  porque la é uma tortura psicológica e ela por ter pouca idade que tem ela não está sabendo conduzir, mas vocês sabem que mesmo nós como autoridades orientando eles acabam tendo livre arbítrio de fazer o que quer”, lembrou.

 

A religiosa explicou que a baiana nunca tinha assistido ao BBB antes. “o filho ele escolhe o caminho que acha viável para ele, não é justo minha casa, nossa família responder por tão ato, existem outros filhos na casa, nossa casa sempre foi e sempre será idônea, portanto não temos que responder nada a ninguém. Ela não está no programa na condição de AUTORIDADE RELIGIOSA, nem tão pouco cumprido sua obrigação de VODUNCI, ela é uma participante de um programa”.

 

Por fim, indicou que terá uma conversa com ela após sua saída e pediu por paciência. “Espero que todos entendam,  por que poderia ser com qualquer filho, lidar com ser humano não é fácil,  portanto todos sabem o quão é desafiador”. O Terreiro Zogbodo Male Bogun Seja, conhecido como Roça do Ventura, passou a ser considerado Patrimônio Cultural do Brasil em dezembro de 2014. Ele foi o sétimo terreiro do Brasil e o sexto da Bahia a ser tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), tendo assim o reconhecimento e passando a ficar sob proteção legal.

BN

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo