futebol

Vitória decide classificação na Copa do Brasil diante do Águia Negra-MS

No último domingo, 7, a Copa do Brasil 2020 teve o Palmeiras como campeão, e nesta terça-feira, 9, só dois dias depois, a competição começa do zero outra vez para a edição 2021. O pontapé inicial do mata-mata vai caber ao Vitória, que às 19h15 visita o Águia Negra-MS, no Estádio Ninho d’Águia, em Rio Brilhante.

Como já acontece há alguns anos, a primeira fase da competição é resolvida em jogo único, com vantagem do empate para o time visitante, que é o caso do Rubro-Negro. Ou seja, o Leão já entra em campo classificado, mas joga no limite do erro. Qualquer vacilo pode significar uma vexatória eliminação no Mato Grosso do Sul.

O que não falta na Copa do Brasil são exemplos de times favoritos que passaram essa vergonha de cair logo na estreia. Só no ano passado, Bahia, Coritiba e Sport foram eliminados já na primeira fase. Em 2019, o próprio Vitória protagonizou a eliminação precoce. Em 2018 foi a vez do Botafogo.

De tanto assistir o mesmo roteiro, os jogadores já estão com as recomendações na ponta da língua. “É um jogo de detalhes, que não permite vacilos”, afirma Vico, atacante do Leão. “Tem que estar atento do primeiro ao último minuto, estar focado, colocar nossa intensidade”, completa o jogador.

Vico falou sobre o assunto em entrevista coletiva após o treino de segunda-feira, o único antes do jogo contra o Águia Negra, já que o Leão entrou em campo no sábado pela Copa do Nordeste. Ainda na coletiva, o atacante comentou sobre a vantagem do empate e fez mais um alerta, dessa vez sobre o perigo de se acomodar com a igualdade.

“A gente está indo com o intuito, sempre como a gente faz, dentro ou fora de casa, de buscar o resultado, impor o nosso jogo. Nesse jogo não vai ser diferente, vamos impor nosso futebol”, projetou.

Por falar em empate, esse foi o melhor resultado do Águia Negra em 2021. O time, que ano passado disputou a Série D do Brasileiro, só entrou em campo três vezes desde janeiro. Foram dois empates no Campeonato Sul-Mato-Grossense, e uma derrota na Copa Verde. Se mantiver o retrospecto, a vaga fica com o Leão.

Mas como foi alertado por Vico, é preciso ter cuidado. Apesar do Águia não ter começado bem a temporada, eles terminaram 2020 com o título de campeão estadual em dezembro.

Rodrigo Chagas perdeu dois titulares para o jogo desta terça. Guilherme Rend, com trauma no pé, e Fernando Neto, com lesão muscular na coxa direita, não ficam à disposição do treinador. Walter, Alisson Farias e Eduardo também seguem fora.

A tendência é que João Pedro fique com a vaga de Guilherme Rend. Ele inclusive já esteve no time titular nos primeiros jogos da temporada. Já para o lugar de Fernando Neto, Soares é o nome mais cotado.

Dinheiro

A Copa do Brasil também traz uma importância financeira para os clubes. O Vitória, por exemplo, pode voltar para casa com R$ 1.235.000,00 na conta do clube. O Rubro-Negro já tem R$ 560 mil garantidos pela participação na primeira fase, e pode somar mais R$ 675 mil se passar pelo Águia Negra.

Reforço

Na segunda-feira, 8, o Vitória anunciou o atacante Ygor Catatau, de 25 anos, como o quarto reforço do clube para a temporada. O jogador estava em Salvador desde o fim da semana passado e até já treinou na Toca. Ele já está regularizado e pode fazer a estreia pelo Rubro-Negro.

Em 2020 Catatau defendeu o Vasco em 15 partidas da Série A e marcou um gol. Antes dele, o Leão contratou João Pedro (volante), Aníbal (atacante) e Walter (atacante).

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo